A poetisa fala por mim...

"Nunca mais
Caminharás nos caminhos naturais.

Nunca mais te poderás sentir
Invulnerável, real e densa-
Para sempre está perdido
O que mais do que tudo procuraste
A plenitude de cada presença.

E será sempre o mesmo sonho, a mesma ausência."

Sophia de Mello Breyner Andresen

2 comentários:

Nuno Medon disse...

Olá! Li cada palavra, de cada texto, que ali colocaste. E acredita, que a tua Mãe iria ficar muito feliz, se visse esses textos. Infelizmente, chegou a hora da tua Mãe, mas ela sempre soube que tu a Amavas. Como sabes, existem poucas pessoas, a fazerem aquilo que tu fazias por ela. Tu foste uma grande Mulher, para a tua Mãe e para a família restante, e ainda és uma grande Mulher, mas agora tens de reagir. E daqui a um Mês ou dois, vais apreciar o colorido das flores, vais sorrir mais. A tua Mãe, ensinou-te o Amor pelas flores, disso não há a menor dúvida. Sei que custa perder as pessoas que Amamos, mas a vida é assim. Lamento a tristeza que sentes, mas tens de olhar por ti e reagir. Um abraço e muitos beijos.

Anónimo disse...

Querida Amiga,
subscrevo as palavras do seu amigo Nuno e envio-lhe um forte abraço neste momento de tanta dor.
Ana