2010...

Terminou 2009 e... lá tivemos que aceitar 2010.
Nada consegue parar o tempo.
Nem a vontade, nem a necessidade, nem a força do pensamento!
E foi triste o fim de um e o começo do outro.
Temporal, destruição, falta de electricidade, inundações, gripe A, desemprego, serviços de saúde de meter medo para os menos abonados, miséria, crime e injustiça q.b.
No entanto as lojas cheias de gente a comprar roupa como se tivessem 200 corpos, a comprar brinquedos cada vez mais sofisticados e a que as crianças pouco ligam, comida aos montes de todas as espécies e sabores, bibelots, adornos, sei lá eu que mais... enquanto os sem emprego, os sem abrigo, os sem saúde, os sem família, os sem comida, os sem esperança, assistem a todo um desfile de supérfluo com o coração partido.
Tenho visto muita indiferença, muita ambição, muitas atitudes que não gosto.
As pessoas desculpam-se com a crise, mas ela serve apenas de motivo para darem largas ao seu mais profundo egoísmo.
Poderiam contornar a crise de que tanto falam, com menos luxo, com menos ostentação... mas é difícil privarem-se de um pouco que seja, para que os outros se sintam menos infelizes.
Estou triste, como há muito tempo não estava.
Comecei 2010 com o coração apertado, com as lágrimas nos olhos, com uma nuvem sobre o que espero do futuro.
E não é por crise económica nenhuma...
Apenas antevejo o que é a velhice, a falta de sáude, a falta de projectos, as limitações de quem soma anos.
E em 2010 somarei mais um.

2 comentários:

Nuno Medon disse...

olá! Quanto ás primeiras frases, o egoísmo, a maldade vai existir sempre, devido á ganância de algumas pessoas. Infelizmente, não podemos mudar o Mundo, mas seria bom poder mudar o Mundo para melhor... já chega de crimes estúpidos, de armas, de droga. Quanto á última parte, referes-te á tua paixão pelas plantas e ao que o mau tempo, tem provocado... se fores p Fundão, conduz com cuidado.. beijos e um bom fim de semana!

Ju disse...

A sensação de estar morrendo pq o tempo está passando é praticamente mais que esquecida pela esperança de um amanhã melhor...
Gostei daqui,
Beijos.